sábado, 13 de outubro de 2012

Imagine ChaMel - 9º Capítulo: "Droga!"



Giovanna opina:
   — Eu acho, eles estão juntos, e parece que estão bem felizes. Até que eles formam um casal bonito!
   — Cala a boca — pede Júlia.  Ele combina comigo, só comigo.
   — Amiga, você não acha que tá na hora de você virar essa página, a fila anda. Esquece o Chay.
   — Não! Nunca, o Chay nasceu pra ficar comigo, e é comigo que ele vai ficar.
   — Ju, para com isso. Você precisa ouvir o que você diz, é terrível. Você tá obcecada pelo Chay, isso não é saudável — argumenta Giovanna.
   — Ai, larga de ser chata. Da minha vida cuido eu — irrita-se Júlia.
   — Eu só quero te ajudar.
   — Ah, você quer ajudar? Então não atrapalha! — Ela vira para frene.
O professor entra, e a aula começa.

As horas passam, eles saem para o intervalo.
   — Gi, vamos no banheiro comigo? — chama Júlia, mais tranquila.
   — Vamos!
Já no banheiro, Giovanna comenta ao prender o cabelo:
   — Depois do recreio tem educação física.
   — É! E hoje a gente vai jogar vôlei, fala sério — reclama Júlia.
   — Eu gosto de vôlei, saque com velocidade é perfeito.
   — Eu hein. — De repente, ela exclama:  É isso!
   — Isso o quê? — questiona Giovanna sem entender.
   — Cara, eu sou demais!
   — Ju, me explica, porque eu estou boiando.
   — Depois do recreio você vai saber.
   — Eu hein! — As duas saem no banheiro.

Na grama, Mel fala:
   — Lua, eu também quero biscoito.
   — Compra — diz a loira rindo.
   — Idiota! Me dá logo.
Lua entrega uma bolacha pra Mel enquanto Chay diz:
   — Também quero.
   — Nunca mais eu trago lanche, vocês me assaltam! — ri Lua.
   — Oh, a criancinha traz lanche? — brinca Chay.
   — É, mas quem tava pedindo hã?
   — Toma, Chay — Sophia ri.  Podia ter dormido sem essa.
Mel abraça Chay, dizendo:
   — Não fala assim do meu bebê.
   — Oh, bebê! — ri Micael e todos gargalham.
Eles ficam na grama, conversando o intervalo inteiro.

O sino toca e eles voltam para a sala. Wagner, professor de educação física, chama:
   — Pessoal, vamos lá pra quadra!
Os alunos vão todos pra quadra e lá, Wagner avisa:
   — Hoje vamos treinar saque!
   — Maravilha! — comemora Júlia.
O treino começa e Júlia avisa para Giovanna:
   — Gi, observe o que eu vou fazer. A Mel vai me pagar! — Ela ri. Receosa, Giovanna indaga:
   — O que você vai fazer??
Júlia pega a bola e saca em direção a Mel, que está de costas.
   — Mel! — alerta Chay, puxando Mel para o lado. A bola passa perto dela, mas não acerta a morena.
    Droga! — reclama Júlia.
   — Quem foi que sacou essa bola? — questiona Mel e Jhulie conta:
   — A Júlia!
   — Cala a boca! — exige Júlia.
   — Quem você pensa que é pra me mandar calar a boca?
Mel chega perto das duas.
   — Calma, Jhulie.
   — Júlia, você pirou? — questiona Chay. — Cara, você tentou acertar aquela bola na Mel.
   — Claro que não, o vento que mudou a direção da bola.
   — Mentira! — acusa Carla. — Agora eu entendi, você tava planejando tudo no banheiro, eu ouvi.
Júlia fica espantada.
   — Onde você tava?
   — Eu tava em um dos boxes e ouvi tudo, você tava planejando. Na hora eu não entendi, mas agora tudo faz sentido.
   — Júlia, você tentou acertar a Mel? — pergunta Wagner.
   — Não, claro que não! — exaltasse-se Júlia e o professor fala:
   — Não precisa gritar. Júlia, diante de tudo o que eu ouvi, eu acho que você está mentindo.
   — Como é que é?
   — É isso mesmo! Pra mim você tentou, sim acertar a Mel. Por isso eu vou te levar até a sala do diretor.
   — Não, você não pode fazer isso!
   — Júlia, agora para a sala do Sílvio — ordena o professor.
   — Ok, eu conto! — exclama Júlia. — Eu tentei sim acertar você, Mel!
   — Sua louca! — exclama Mel. — Você ouviu, professor, ela tem que ser expulsa.
   — Júlia, como você é capaz de fazer isso? — pergunta Wagner. — Se você acertasse a Mel, ela poderia estar muito mal agora.
   — Era isso que eu queria — fala Júlia.
Mel tenta ir pra cima dela, mas Chay segura ela.
   — Não, Mel. Não perde a sua razão — fala.
   — Chega! — interrompe Wagner.  Agora chega, você vai pra sala do Silvio. Agora!
Júlia e Wagner vão para a sala do diretor enquanto os outros alunos permanecem na quadra.
   — Carla, obrigada por você contar o que ouviu! — agradece Mel.
   — Imagina, eu não podia esconder isso — responde Carla.
Micael olha para sua namorada e questiona:
   — Giovanna, você sabia disso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário