segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Imagine ChaMel 3ª Temporada - Capítulo 78: Mel descobre que Luana saiu da academia



Imagine ChaMel

Chay está deitado no sofá com Mel entre suas pernas. Vinícius descansa no colo dela. Chay pega o seu celular e tira uma foto dos dois. Na imagem, só aparece o cabelo de Mel e o perfil de Vinícius.
Chay: Os dois amores da minha vida.
Mel: (virando o rosto para olhar para ele) Hã?
Chay mostra a foto para Mel, que sorri.
Chay: Posso postar no Instagram?
Mel respira fundo, pensando, e sorri novamente.
Mel: (olhando para Vinícius) Acho que está na hora do mundo conhecer o Vini. Pode postar.
Chay dá um beijo na nuca de Mel e posta a foto no Instagram. Rapidamente, a foto recebe várias curtidas e comentários. Mel decide contar o que aconteceu mais cedo na academia para Chay. Ela levanta do sofá e coloca Vinícius no bebê conforto.
Mel: (séria) Eu preciso te contar uma coisa.
Chay senta no sofá, sem tirar os olhos de Mel.
Chay: Vish, o que foi?
Mel senta em uma poltrona na frente dele.
Mel: Eu conversei com a Luana hoje.
Chay fica tenso e mais sério.
Chay: As suas dúvidas se confirmaram?
Mel balança a cabeça positivamente.
Chay: (soltando o ar) Vocês brigaram?
Mel: Só discutimos. Eu a ameacei. 
Chay: (arregalando os olhos) O quê?
Mel: Calma!
Chay: Você diz que ameaçou a garota e me pede calma? Que tipo de ameça você fez?
Mel: Eu só falei que se ela não tirasse o site do ar, eu iria denunciá-la por calunia. Só isso.
Chay respira aliviado e passa a mão no cabelo.
Chay: Ah tá! Menos mal.
Mel olha para as próprias mãos e volta a olhar para Chay.
Mel: Você está chateado comigo?
Chay dá um sorriso caloroso para Mel.
Chay: Não, nem um pouco. O que você fez foi certo. Não queria que tivesse chegado a esse ponto, mas eu vou ficar do seu lado, vou te apoiar.
Mel sorri e passa rapidamente da poltrona para o assento ao lado de Chay.
Mel: Você não sabe como eu fico aliviada de ouvir isso. É bom saber que posso contar com você.
Chay: Você sempre irá poder contar comigo. Eu te amo, esqueceu?
Mel: Não, nunca! Eu também te amo. Muito.
Chay coloca uma mão na coxa de Mel e acaricia o rosto dela com a outra. Ela fecha os olhos, sentindo o toque suave dos dedos de Chay percorrer o seu rosto. Ele passa um dedo nos lábios dela e a beija.

Daniel almoça com Luíza, mas não tira os olhos da mesa em que Míriam está. Sua namorada já está irritada com aquilo e apoia os talheres no prato com rispidez. Daniel olha para ela.
Daniel: O que foi?
Luíza: Por que você não levanta e vai almoçar com a Míriam, hein? Não para de olhar para lá. Que saco, Daniel!
Daniel: Desculpa!
Luíza abre a boca, mas não sai nenhum som.
Luíza: (recuperando a voz, indignada) Desculpa? É só isso que você vai me dizer?
Daniel: (calmo) O que você quer que eu diga?
Luíza: O motivo de estar olhando para a Míriam sem parar, que tal?
Daniel: Eu quero ver se ela faz algo suspeito.
Luíza ergue as sobrancelhas.
Luíza: (sem entender) O quê?
Daniel: Eu acho que a Míriam está por trás do seu quase atropelamento.
Luíza ri, sem acreditar que Daniel esteja mesmo pensando naquilo.
Luíza: Você está brincando, não está?
Daniel não esboça nenhum sorriso.
Daniel: Não.
Luíza: Daniel... Tudo bem, ela te odeia, não gosta de mim, mas querer me atropelar? Sua imaginação é muito fértil.
Daniel: Você ouviu o que ela disse, "As vezes não é azar".
Luíza: Ouvi, mas ela estava se referindo a estar seguindo a gente e você mesmo disse que era idiotice dela.
Daniel: Eu não acredito que ela estava se referindo ao fato de estar seguindo a gente. Conheço a Míriam, disse aquilo para não te deixar preocupada.
Luíza: Sabe o que eu acho? Acho que você está ficando louco. Daniel? Fala sério! Não acredito que você acredita mesmo nisso.
Daniel: Acredito.
Luíza: (revirando os olhos) Ai meu Deus! Vamos embora.
Daniel: A gente não terminou de comer.
Luíza: Perdi a fome! (Ela levanta) Te espero no carro.
Luíza sai rapidamente do restaurante e Daniel fica pensativo. Depois paga a conta e sai atrás dela. Míriam, que observa tudo, acha graça.

Lucas sobe até o seu quarto e bate na porta. Nathália está na varanda e não se mexe ao ouvir o barulho.
Lucas: Abre a porta, Nath!
Nathália: (indo para o quarto) Eu preciso ficar sozinha.
Lucas: Depois, agora a gente precisa conversar.
Nathália: Não me diz o que eu tenho que fazer.
Lucas apoia a testa na porta.
Lucas: Eu não estou dizendo o que você tem que fazer, só quero conversar. Nós precisamos conversar!
Nathália: (pausadamente) Agora não!
Lucas: Eu não vou sair daqui até a gente conversar.
Nathália: O problema é seu!
Lucas revira os olhos e senta no chão, encostando na porta. Nathália pensa um pouco e abre a porta. O tronco de Lucas cai em seus pés e ele olha para ela de baixo para cima.
Lucas: Você fica linda olhando, assim, de baixo.
Nathália pisa com força bem próximo a cabeça de Lucas, por instinto ele vira a cabeça para o outro lado.
Nathália: (indo em direção a cama) Levanta!
Lucas fica em pé, entra no quarto e fecha a porta.
Nathália: O que você quer falar?
Lucas: Quero saber por que você está brava comigo.
Nathália: (olhando enfurecida para Lucas) Você estragou o meu almoço!
Lucas: Não, quem estragou o seu almoço foi o seu amiguinho.
Nathália: Ah é? Não foi o que pareceu.
Lucas: Ele não parou de dar cantadinhas em você.
Nathália: Você imaginou coisas.
Lucas: Não, você que não viu. Na boa, eu acho que nem foi isso. Acho que você viu e está fingindo não ver. Você se diz não inteligente e sabe tudo, não é possível que não percebe o que está na sua cara.
Nathália: Sabe o que está na minha cara?
Lucas: Hum?
Nathália: Você morrendo de ciúmes.
Lucas dá um sorriso seco.
Lucas: Estou com ciúmes mesmo, não nego. Mas tenho motivos para estar.
Nathália: (se aproximando de Lucas) Não, não tem! Eu e o Pedro somos só amigos.
Lucas: Eu sei, acredito nisso. Mas ele quer ser bem mais que um amigo seu, quer ser seu amante.
Nathália: Ah, faça mil favor, Lucas!
Lucas: É sério, pergunta para qualquer uma das suas amigas, elas vão me apoiar. Todo mundo está enxergando as intenções do Pedro, menos você.
Nathália: Você está querendo dizer que eu sou burra?
Lucas: Claro que não. Só estou dizendo que você tem que ficar mais atenta com o Pedro. Só isso.
Nathália: Tudo bem, vou ficar mais atenta. Vou provar pra você que o que o Pedro sente por mim é só amizade.
Lucas: O dia que você provar isso, eu vendo a agência.
Lucas sai e bate a porta com força. Nathália continua parada no centro do quarto.
Nathália: Ainda faz pouco da minha cara! (Ela pega o abajur na mesinha de cabeceira e taca contra a porta) AI, QUE ÓDIO! 

O dia passa rapidamente. No dia seguinte, Mel acorda cedo e vai para a academia. Quando chega, percebe que Luana não deu as caras ainda.
Mel: Duvido que ela apareça.
Fernanda: O que você disse?
Mel: Nada demais. (Ela olha para Nathália) E esse tromba, Nathália? O que aconteceu?
Fernanda: Ela está assim desde que chegou.
Nathália: Eu briguei com o Lucas ontem.
Mel: Deixa eu ver se adivinho o motivo... Pedro?
Fernanda: Dobre a aposta. Acredito no mesmo.
Nathália: (para Mel) Como você sabe, o Lucas te falou?
Mel e Fernanda riem e batem as mãos uma contra a outra.
Fernanda: Bingo!
Nathália: É impressão minha ou vocês estão tirando uma onda com a minha cara?
Mel: Não, é que essa bomba já estava prevista para estourar. 
Nathália: Hã?
Fernanda: (cantarolando) Hellooo! A sua briga com o Lucas, querida.
Nathália: Vocês também acham que o Pedro está dando em cima de mim, né?
FernandaEMel: Sim!
Nathália: Ai, vocês estão imaginando coisas, assim como o Lucas.
Mel: Você já parou para pensar que talvez você não esteja vendo o que está na sua cara?
Nathália: Nossa, parece até que vocês andaram conversando com o Lucas. Pelo amor de Deus!
Fernanda: Ele está certo, amiga.
Nathália: Quer saber? Eu não quero mais falar sobre isso. Chega! Já deu!
Fernanda e Mel dão de ombros e continuam a malhar.

Anelise está na casa de Bernardo. Os dois namoram sentados no tapete da sala.
Bernardo: Quais são os seus planos para hoje?
Anelise: Ficar com você.
Bernardo sorri e beija Anelise.
Bernardo: Eu estava pensando em dar uma volta.
Anelise: Pra onde?
O celular de Anelise toca, interrompendo a resposta de Bernardo. Ela atende e conversa com Alexia.
Anelise: (guardando o celular no bolso) Não foi só você que pensou em dar uma volta.
Bernardo: Hã?
Anelise: A Alexia chamou a gente para ir ao shopping com ela.
Bernardo: Opa, vamos! Que horas?
Anelise: A tarde, mas tem um detalhe, bem pequeno.
Bernardo: Ai Deus! Que detalhe?
Anelise: A Alexia não vai sozinha, o Caíque vai com ela.
Bernardo: Mas que merda!
Anelise: Você não queria sair, Bê? Então, vamos com eles. Pode ser divertido.
Bernardo: Só vai ser divertido se eu quebrar a cara dele.
Anelise: Nem pense nisso! 
Bernardo: Ok, foi só uma ideia. Muita boa, diga-se de passagem.
Anelise: Vou ligar para ela confirmando.
Bernardo: Quem falou que a gente vai?
Anelise: Minha mãe deixando, eu vou. Você, eu não sei.
Bernardo: Eu não vou te deixar sozinha com o Caíque.
Anelise: Você esqueceu que a Alexia também vai?
Bernardo: Mesmo assim. Eu vou com você!
Anelise ri, querendo dizer: "Eu sabia disso desde o começo!"

Mel termina o treino e decide fazer uma confirmação antes de ir embora. Ela se despede de Fernanda e Nathália e vai para a recepção. Ela dá um sorriso super gentil para a secretária, torcendo para que ela a ajude.
Mel: Oi, eu queria saber se uma pessoa continua frequentando a academia.
Secretária: Desculpa, mas eu não posso dar esse tipo de informação.
Mel: É que essa pessoa é muito amiga minha.
Secretária: Então por que você não pergunta diretamente para ela?
Mel pensa rápido.
Mel: Porque eu não consigo falar com ela. Qual é o problema, moça? É só uma informação. Prometo não contar para ninguém.
A secretária olha para os lados, para se certificar de que ninguém está vendo ou ouvindo a conversa das duas.
Secretária: Tudo bem! Qual é o nome da pessoa?
Mel: Luana... (Ela faz um esforço para lembrar do sobrenome de Luana) Luana Diniz.
A secretária faz uma rápida busca e volta a olhar para Mel.
Luana: A conta dela foi encerrada ontem.
Mel suspira, fingindo lamentar.
Mel: Ok! Muito obrigada.
Mel vira e caminha até a saída. Ela ri, indo em direção ao seu carro.
Mel: (colocando os óculos) Eu sabia! Agora é só esperar para o golpe final. Elas vão excluir o site!

3 comentários:

  1. Musica que define meu amor por esse imagine:
    EU NAO EXISTO LONGE DE VOCÊ E A SOLIDÃO E MEU PIOR GASTIGO,EU CONTO AS HORAS PARA PODER LÉ MAIS O RELOGIO TA DE MAU COMIGO.

    ResponderExcluir
  2. Perfeito como sempre *-*

    ResponderExcluir